Postagem

2013 Mai 13

A abolição da escravidão brasileira completa 125 anos

Neste 13 de maio, comemoramos mais um aniversário da abolição da escravatura. A Lei Áurea foi o ápice de décadas de pressão do movimento abolicionista, que finalmente libertou os negros brasileiros em 1888.

O movimento foi encabeçado por grandes pensadores liberais como José do Patrocínio e Joaquim Nabuco. Graças a eles, uma mudança radical numa sociedade altamente estratificada como o Brasil do século XIX foi possível. E essa mudança ocorreu de forma pacífica, o que já é um fato notável por si só.

É uma pena, porém, que os escravos não tenham recebido sua justa restituição após anos de crimes cometidos contra eles. Pelo contrário, até pouco antes da abolição, cogitava-se indenizar os senhores de escravos por suas “perdas”!

Embora tenha sido uma vitória, a nova população de libertados continuou em situação de vulnerabilidade social. Além disso, as estruturas agrárias semi-feudais do Brasil permaneceram, e as mesmas elites permaneceram em controle do estado – poder que se consolidou ainda mais com a proclamação da República.

Até hoje sentimos os efeitos das estruturas políticas e econômicas que se estabeleceram na época escravagista no Brasil. A libertação dos escravos, porém, foi uma grande vitória.

O LIBER luta, contudo, por uma abolição ainda maior do que aquela pretendida pelos abolicionsitas liberais do século XIX. Nós pretendemos dar aos indivíduos toda a liberdade para empreender, contratar e produzir – para benefício próprio e não em prol de qualquer senhor, esteja ele localizado numa plantação de cana ou café ou num palácio em Brasília.