Postagem

2014 Jun 9

Haddad – O dono da liberdade dos paulistanos

Haddad – O dono da liberdade dos paulistanos

O Libertários acredita que ninguém tem o direito sobre a propriedade do outro, tão menos de ditar como este deve ou não usufruir da mesma.


O Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), vetou um projeto de lei que acabaria com uma das maiores intervenções estatais: o rodízio de veículos. Explico! O seu carro é seu e só você tem o direito de decidir como usufruir do mesmo, sendo que só não lhe é permitido utilizá-lo para iniciar agressão contra outro, ou seja, de maneira que vise propositalmente causar danos à vida, liberdade ou propriedade de terceiros.

Mas Haddad acha que tem direito sobre nossos carros, assim como os estatistas antes dele também achavam. Ora, a partir do momento em que as ruas são mantidas com o dinheiro confiscado de nós através do que chamam de impostos e que não vemos no horizonte a possibilidade de privatização das ruas, então, no mínimo, devemos poder usufruir livremente do que pagamos.

Contudo, nos é cerceado esse direito, sim, pois a partir do momento que você paga por um produto ou serviço, você passa a ter o direito de usufruir daquele produto ou serviço da maneira que melhor lhe provier, novamente, lembrando da única ressalva: não poder iniciar agressão contra outrem. Se eu pago forçadamente pela construção, pavimento e manutenção das ruas, no mínimo, tenho o direito de passar com meu carro, ou com o meio que eu bem entender, por elas.

O rodízio não resolve o problema do trânsito em São Paulo, pois os que não querem utilizar o transporte coletivo de péssima qualidade e serem amassados até suas residências e/ou locais de trabalho, desrespeitarão o mesmo, correndo o risco da multa, e o que obedecerem as leis, lotarão ainda mais o sucateado transporte coletivo, que não acompanha o “raciocínio” (sic) do rodízio, nem acompanhará, pois o excesso de controle estatal sobre o setor impede que haja incentivos para tal.

No fim, nosso direito à propriedade é desrespeitado, barreiras à nossa liberdade são levantadas e, além de não resolver problema algum, piora a situação do paulistano que só quer se locomover. Tudo isso porque temos burocratas, como Fernando Haddad, pensando que são mais capazes de tomar as decisões sobre nossas propriedades e como devemos utilizar nossa liberdade, do que nós mesmos.

Roberto Lacerda Barricelli é Jornalista

Fonte:
http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/t/todos-os-videos/v/fernando-haddad-veta-projeto-que-acabaria-com-rodizio-de-veiculos-em-sao-paulo/3385632/